Quem sou eu

quinta-feira, 28 de abril de 2011


"Se tudo que tenho dentro de mim, pudesse ser por você calado, eu não sentiria mais frio."

[imagem: google] 
Não sentiria mais este calor que queima meus dias de tanta vontade do teu sabor.
Ah... Se tudo que sinto, fosse sentido também por você, nossos dias seriam brandos, nossas almas, pele, corpos e amor, seria todo acalanto. Às vezes euforia, ou talvez até dor; a dor da paixão que arde, mas, que um dia seria calada pelo prazer do amor e nunca mais deixaria de ser louvor... O que pulsa, que ferve, que canta o encanto dos nossos olhos...
Seria moldura, seria pintura da tua carne nua... Seria, seria... Toda essa falta de ar que sinto quando começo a te imaginar... 

P.S
Penso nos teus olhos, todos os dias ao acordar... 
 Áurea Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário