Quem sou eu

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O Que Vem de Você...

Leveza sentida no teu surgir na esquina,
nos teus passos, o teu pisar, teu quase flutuar...
É o teu cheiro doce no ar,
quando passas sem olhar...
Cheiro de calmaria,
incondizente com a euforia que faz
meu coração gritar.
É a timidez que escondes no olhar,
olhar que me faz parar, só para te ver passar.
Leveza da tua pele macia... 
É o teu jeito de falar e a delicadeza de tocar...
Passo os dias a pensar, o quão contraditória se faz essa tua leveza
ao me deixar acesa só por te imaginar...


[Áurea Oliveira]
******************************************************
Leveza
Leve é o pássaro:

e a sua sombra voante,
mais leve.
E a cascata aérea
de sua garganta,
mais leve.
E o que se lembra, ouvindo-se
deslizar seu canto,
mais leve.
E o desejo rápido
desse mais antigo instante,
mais leve.
E a fuga invisível
do amargo passante,
mais leve.
Cecília Meireles

Nenhum comentário:

Postar um comentário